Por que ir a escola é importante nos primeiros anos de vida

A construção da identidade e a descoberta do outro acontecem durante o convívio com colegas e professores

O início da vida escolar é um momento de descobertas para a criança. Antes acostumada ao cotidiano da família e ao contato diário apenas com pais, irmãos e parentes próximos, ela se vê em um lugar diferente, com outros coleguinhas da mesma idade, diferentes cuidadores e horários a serem seguidos. Neste novo mundo, sua primeira descoberta é relacionada à sua própria individualidade. De acordo com a coordenadora pedagógica Sônia Campelo, da Rede Alfa, na educação infantil o primeiro grande objetivo para a criança é a construção da sua própria identidade. “Isso pode acontecer em casa, mas tende a ser mais difícil, pois ela realiza suas ações de acordo com as decisões do responsável. Já na escola, ela começa a ter consciência do seu próprio eu quando a professora a chama pelo seu nome, percebe que tem a sua cadeira, um lugar para sua mochila, sua lancheira, seus materiais escolares. A criança descobre que existe enquanto pessoa, que possui seu espaço e voz ativa”, explica.

O segundo objetivo mais importante é a descoberta do outro. Em casa, a criança fica restrita ao contato com a família ou no máximo com algum vizinho. Na instituição de ensino, ela terá vários colegas para disputar o espaço, os brinquedos e até mesmo a atenção dos professores. Durante as interações com o outro, o aluno aprende a se impor, a compartilhar, lidar com as frustrações, a dividir e a administrar situações as quais não estava acostumado. Na hora de brincar, por exemplo, as crianças podem ter interesse em um mesmo brinquedo e vão ter que resolver esse problema entre elas. Esta é uma situação que não acontece quando a brincadeira é com um adulto, já que, em geral, ele acaba cedendo ao desejo infantil. “A família é o primeiro grupo social do qual o ser humano faz parte e a escola é sua primeira possibilidade de descobrir o mundo. A criança se depara com várias salas e no recreio tem contato com outros grupos diferentes. A possibilidade de ampliar a convivência e aprender a ser tolerante é um dos grandes benefícios da educação infantil”, observa a pedagoga.

Outro diferencial de frequentar a escola na infância é o treino de habilidades. Mesmo que os pais tentem fazer atividades para estimular o desenvolvimento infantil em casa, não existe um cronograma. Na escola é elaborado um planejamento pautado nas necessidades de acordo com a faixa etária. Existe uma sequência a ser trabalhada para que cada habilidade seja desenvolvida e aprimorada e acontece a transmissão de conhecimento e informações que vão fazer parte do repertório da criança durante toda a vida. “A rotina na escola possibilita que a criança desenvolva sua autonomia e possa alcançar o seu potencial em outras áreas da vida mais tarde. Sem contar que ao se familiarizar aos poucos com as regras do ambiente escolar, a transição para as outras etapas acontece de maneira mais natural, com menos estranhamento e mais desenvoltura”, acrescenta Sônia.

O aprendizado que a criança tem em casa é, sem dúvida, fundamental para a sua formação de valores. Mas é na escola que a socialização acontece e os conhecimentos são disseminados de maneira planejada, adequada a cada etapa e considerando o cenário atual e o futuro. Importante ter clara a divisão dos papéis de cada um para conquistar o que for melhor para um aluno, não é mesmo?

Escrito por:
Luana Sturm


Posts relacionados: